Buscar
  • ABPRU

União venderá 28 imóveis sem leilão; primeiro prazo vence em 21 de agosto


Em meio à recessão da economia, a União está com dificuldades para leiloar os imóveis que havia anunciado no início do ano, como forma de fazer caixa. A falta de interesse nas 57 primeiras unidades oferecidas no edital publicado em março, fez o governo partir para uma nova investida: a venda direta de 28 ativos no Distrito Federal que não tiveram nenhuma oferta. Na lista, há apartamentos funcionais na Asa Norte, na Asa Sul, no Cruzeiro Novo e em terrenos no Lago Sul e no Guará, com preços que variam de R$ 386 mil a R$ 9,6 milhões.

De acordo com o secretário de Patrimônio da União (SPU) do Ministério do Planejamento, Guilherme Estrada, o valor estimado desses imóveis é de R$ 80,308 milhões. A lista das unidades disponíveis para a venda direta está no site do Planejamento e no da Caixa Econômica Federal, que fez a avaliação dos ativos. “O primeiro prazo vence em 21 de agosto para a oferta final, e pode ser prorrogado por até 360 dias”, disse Estrada.




1 visualização

©️Copyright 2020. ABPRU - Todos Direitos Reservados.

SHIS QI 11, Conjunto 3, Casa 05 - Lago Sul - CEP: 71625-230

botao-face.png
botao-insta.png
botao-email.png